4.6.11

31 comentários:

Biia disse...

Ok fofinha ^-^

inês disse...

oh :s

anne marie, disse...

o noss querido dr.house, sempre certo.
meu bem, antes de começar a namorar, eu estava muito em baixo e iludi-me com alguém. acabei por dizer que gostava e tudo. o problema foi quando acordei para a realidade e percebi que não gostava dele como dizia, que confundi as coisas e que o amor que tinha por ele, era de amizade e não de amor. tive de lhe contar, e tive de acabar. ele sofre ainda, porque se apaixonou mesmo por mim mas eu.. não sentia o mesmo. e quando é assim, por mais que custe, mais vale não tentar. mais vale jogar pelo seguro. mas és tu quem tem de tomar a decisão final. se acabaste uma relação há pouco tempo, que foi o mesmo que me aconteceu na altura, mais vale manteres a distância, por mais que lhe doa. acho que ninguém gosta de viver á base do engano. este Pedro que gosta de mim, já la vai três e e eu sei que lhe doí mas eu não vou andar com ele por pena. e só uma curiosidade: o rapaz que se apaixonou por mim também se chama Pedro e o meu actual namorado chama-se Pedro também.

Carla disse...

Hoje volto para a terrinha, prepara-te. :P

MB. disse...

identifico-me tanto com esta fala |:

MB. disse...

estou a seguir o teu tumblr (:

Point. disse...

HOUSEEEEEEEEEEEEE ! Adoro a série.

Eu já não acredito em magia.

Point. disse...

Só mudei o nome e o endereço e bloqueei as meninas que eu não queria que fossem ler.
De resto, os meus seguidores podem continuar a lá ir (:

Point. disse...

Pois, é assim que penso. Com 7 raparigas na turma, sou eu a preta. Só se metem comigo, não se metem com mais nenhuma ou quando se metem com as outras é raro. Não percebo o que é que eu tenho de tão diferente...

inês disse...

compreendo perfeitamente porque dizes isso, apesar de sofreres queres aquela felicidade que te pertencia

Carla disse...

não precisas ir na mala, podes vir ao meu lado.:P

MB. disse...

eu acredito que sim, mas às vezes para sermos felizes, temos que sofrer, ou neste caso não estar feliz, primeiro.

Point. disse...

Muito pelo contrário, vou para a mesma escola secundária que eles :s A minha sorte é que uns vão para cursos profissionais, outros para Línguas e há os que vão para ciências comigo. Mas vou evitar falar com gente triste.

Point. disse...

E eu gosto muito da minha querida seguidora Catarina :D

Point. disse...

O House é fantástico, consegue curar os doentes, conquistar a Cuddy e ainda dar umas secas bem mandadas xD
Não há médicos destes em todo o lado.

Sara Silva7 disse...

Obrigada querida :)

esther disse...

it's true

anne marie, disse...

fala querida e depois vê-se.
sim estou, amo-o muito mas estou muito insegura. não gosto das confianças que dá ás amigas dele, deixa-me inquieta e desconfiada.

Abigail disse...

ainda bem que nao sou a única ! mas eu tenho tenho andado mesmo distante de tudo, eu tenho me assustado a mim própria ... já não sou divertida e tagarela, e sempre com algo a dizer.
oh pah essa frase, perfeitissima para mim.

Carla disse...

o objectivo é divertimo-nos as duas não é ficarmos fechadas. :D

inês disse...

a vida não tem retorno, e por esse motivo tens de continuar a viver por ti, não pelos outros mas por ti

Nádia disse...

Nem sempre podemos estar felizes, não é? Às vezes, apenas respiramos. E vai chegando! ;) muita força!

http://myfashioninsider.blogspot.com/

Mafalda disse...

Isto é tão verdade e possível.

Denise disse...

House, adoro :)

Carla disse...

vens de férias uns dias comigo. :D

esther disse...

não imaginas o momento que me estás a dar com o teu blogue. ficava a ouvir esta musica para sempre. e sinto-me como o house na imagem.. i'm fine, i'm just not happy..

inês disse...

eu sei querida :s

Nádia disse...

é sempre mau quando sabemos que estamos a magoar alguém... :S não há palavras que nos possam consolar...

espero que tudo passe!

Jane Mariah disse...

Obrigada (:

Point. disse...

Eu também adoro o House, já foi a minha série preferida.

Point. disse...

Começa a ficar chata a série, não?
Tenho começado a ver outras e a gostar mais de outras.