16.8.10


"Não me prendo a nada que me defina. Sou companhia, mas posso ser solidão; tranquilidade e inconstância; pedra e coração. Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono. Música alta e silêncio. Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser. Não me limito, não sou cruel comigo! Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer... Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contacto. Ou toca, ou não toca".



Clarice Lispector

10 comentários:

Juliana disse...

gostei do teu blog, igualmente ;)
aí adoro dança,
tu também? ;D

Juliana disse...

aí estás a gozar?
quem me dera..
mas agora é tarde demais.
pratico hip hop mas prefiro contemporânea..
:c
(aí sortuda)

Sofia Martins. disse...

Ui, um pouquito :x
Mas vai ao site da loja e vê.

Juliana disse...

nem sabes a inveja que tenho de ti neste momento,
já tens tanta experiência.. :s
mas por exemplo o ballet temos começar mesmo de novas...
eu agora não dá mesmo já tenho tudo desenvolvido,
16 anos já é tarde..
contemporânea igualmente.
aí linda,
muita sorte no teu futuro.

Juliana disse...

também gosto mesmo dele.
cada história..
e são filmes que não cansa ver..
aí adoro, adoro.

Carla disse...

Não podia deixar de seguir. Gostei muito do blog. (:
Pois, mas parece que isso é pedir demais hoje em dia. --'

luna disse...

isso era bom demais.
outro problema,
é a cidade onde vivo não tem anda disso..
nada de nada..
tu tens aulas onde?
se quiseres dizer é claro.
aí adorava, adorava!

luna disse...

não conheço..
tens me apresentar :p
mas o nome não é estranho.
aí a melodia do adeus,
que filme!

r i t a disse...

sabe sim. ele namorava , mas a namorada era super obsessiva e chegou a perder amigos por causa das porcarias dela. andávamos á meio ano , mesmo com ele a namorar. sei que foi uma atitude horrível, mas o meu coração falou mais alto :x

Carla disse...

Então se isso acontece é porque existe alguma coisa para lá da amizade.
Eu percebo-te também não gosto de dar o primeiro passo.Mas pensa que tal como tu ele também pode ter medos.Não digo para dares o primeiro passo mas "abre o leque", dá pistas, Para ele perceber que não está sozinho.