12.6.11

Sabem quando idealizamos um momento na nossa mente e depois nós próprios fugimos dele como se fosse a pior coisa que nos podesse acontecer no mundo, mas ao mesmo tempo tudo aquilo que precisamos agora?

Pois, acabei de fugir a algo assim... E o pior é que já não é a primeira vez.
Qual é na realidade o meu problema?

18 comentários:

susana disse...

Ao menos fica a saber que não és a única, isso está sempre a acontecer na minha vida...

Bernardo disse...

Nunca se deve idializar

Lábios de Caprichos disse...

Nao tenhas medo de Sentir! *

Hapi disse...

Acontece-me isso muitas vezes, mas já aconteceu mais, simplesmente porque percebi que idealizar demais era mesmo o problema e o gerador de medo da realidade. Colocamos-nos num mundo só nosso e fechamos-nos.

Espero bem que sim (:

joana disse...

A mim tambem!

maria inês disse...

oh muito obrigada, que simpatia (:
sabes, acho o teu blog super original, gosto muito!

Catarina disse...

Resposta para Lábios de Caprichos:
(desculpa querida, mas não consegui comentar o teu blog :s )

Mas tenho minha querida, tenho um grande medo de deixar que as coisas corram ao seu ritmo.
Acabo sempre por cometer erros, e depois desfazê-los é sempre pior do que quando entro neles...

Mas sim, tenho que deixar as coisinhas levarem o seu rumo, nem que seja apenas uma vez :b

łnn ۞ disse...

Sabes, também tinha esse medo. É um medo normalíssimo, só que... incomodáva-me.
Até que decidi ser eu própria a dar ritmo à minha cadência... e as coisas simplesmente se tornaram melhores.
Acho que o que me assustava mais não era o medo do ritmo a que ia mas sim de *ter* medo disso.

Carla disse...

Eu percebo isso. :)
SIm, estou a pensar em pedir no fim do semestre. :)

Danii disse...

A sério? Pensava que toda a gente fazia isso :p

maria inês disse...

ohh, eu é que agradeço :)
eu também adoro ver filmes, mas esse nunca vi, por acaso :o

Anónimo disse...

Eu nunca tinha visto os piratas e amei o filme xD

Anónimo disse...

PROCURAM-SE PESSOAS FICHES :D
Contacte-nos!

Anónimo disse...

Vejo GG na net, não sei se dá nalgum canal neste momento.

łnn ۞ disse...

Acho que isso é natural. É como se diz por aí 'cada um aprende ao seu ritmo'. Depressa vais chegar lá, tenho a certeza de que és forte o suficiente *todos o somos*.
Acho que o primeiro passo para não acreditar em ilusões é desmitificar aquele ditado 'o tempo cura e apaga'.
É a maior mentira que te podem contar; O tempo não cura nem apaga, apenas limpa o cenário para parecer que esqueceste. Se lá voltares ficas como estavas.

Catarina disse...

Não há não, e depois guardamos o ódio para nós... é mau, mas aguenta-se! E como já não há aulas, já é melhor, penso eu

Carla disse...

como assim oh fofinha?ahah

Anónimo disse...

Eu pensava que era um filme só de lutar, só andar em cima do mar, pensei que era uma seca porque o nome do filme não me cativava lá muito. Mas quando o meu pai me disse que era um filme cómico, quando eu vi o trailer do novo filme e depois, quando a minha prima me convidou para ir ao cinema, amei o filme, gostei mesmo.